Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 29 de janeiro de 2012

Moça Linda

Oi senhora linda !
Ela diz: "Senhora tá no céu !"
Mas você também !

Eu ainda; Eu ainda.
Tiro esse véu.
E você moça, me faz bem.

Que beleza fina,
Me é doce como mel.
És tão linda, és como quem diz: "vem !"

De ouro és mais que mina,
De que vale descrevê-la nesse papel ?
Me alegras sem limites, quem ?

Você, das estrelas sois prima.
Para você tiro meu chapéu.
Seja você até o infinito, amém !

Jorge Madoz

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Pensamentos 2

Todos pensamos, que dádiva !
Pena que nos julgamos mais do que realmente somos,
Por pensar.

Há os que julgam mal o que
Os outros pensam.
Os que julgam
Seu pensamento mais útil que benção.

Mas devemos pensar o bem
Pois o bem atrai o bem,
E a moral faz-se além.
Não nos permite ser refém
Desse egoísmo que nos retém,
Então pensamento, vem !
E me fazei melhor, amém.

Jorge Madoz

Pensamentos 1

Pensamentos,
Sentimentos :

Lamento,
Sofrimento,
Contentamento,
Divertimento.

Os pensamentos se ligam em cadeia,
Reações fortes que atraem os que nos rodeiam.

Podem nos livrar dos que nos odeiam.
Ou dar um fósforo aos que fogo ateiam.
Podem nos aproximar dos que floreiam,
Ou nos fazer cuspir na santa ceia.

Jorge Madoz



quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Sorriu ?

Sorriu pra mim,
Meu coração sentiu !

Brilhou assim,
Como água de rio !

Não quero fim,
Quero horas a fio !

Sorriu pra mim,
Um suspiro fugiu !

Lindo Serafim,
Minha lágrima caiu !

Quem viu ? vi
Quem ouviu ? ouvi
Sorriu ?

Tristeza partiu !

Jorge Madoz

Estrelas

Brilha brilha estrela linda,
Brilham brilham,
Estrelas lindas, me contem
O que preciso saber.

Sábias, antigas como a luz
Que emanam, vocês sabem.
Sabem de mim, sabem da Terra,
Sabem dos segredos.

Do bem que vocês fazem,
Vocês estrelas,
Também sabem.

Então iluminem se mereço,
Me dêem forças, se eu devo,
Para um dia vir a ser como vocês.

Jorge Madoz

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Ser ou não ser

Como pegadas na areia,
Como um cheiro em um pescoço,
Como a brisa de uma tarde,
Tudo passa, mas não passa.

Passa ao passo de que tudo passa,
Não passa porque se você viu e,
Se existe em memória, ainda
Existe.

Jorge Madoz

Poema da noite no mar

Que sensação é essa ?
Ao admirar a beleza,
Ao ver São Jorge na lua

Ao ver a lua iluminando,
Soltando luz sobre o mar.
As nuvens que nos rodeiam
Acendem a luz dentro de mim

Que sensacional ação;
A natureza age sobre mim
Como o mar reflete a lua.

Vejo a longa vida aqui,
Como quem vê o mar
Pela primeira vez
Descubro sincronia,
Desde a noite, ao nascer do dia.

Que pintura essa que eu vejo,
E me encho de alegria;
Me fortalece como um beijo
De alguém por quem sorria.

Jorge Madoz

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Poema dos explorados.

Porquê sou pior que você ?
Devido aos seus defeitos;
Eu tenho que sofrer ?
O que há de tão importante em mim ?
Porque não tens outra solução ?

Peço perdão se nasci tosco.
Peço perdão se nasci feio.
Perdão também se pareço ignorante,
De acordo com sua ótica egoísta.

Fique sabendo pois, que não escolhi.
Nunca quis saciar seu ego.
Se nós podemos viver bem juntos,
Porquê você não pode ?

Ninguém nasce com o destino de ser
Explorado, você criou isso.
Não mereço a dor que me implica.

Se invertermos os papéis,
Você não gostaria, odiaria
Ceder devido às minhas necessidades,
Só minhas.

Nós somos unidos entre nós, explorados;
Você briga com os outros iguais a você.
Você cria motivos para segregar os que,
São iguais a você, iguais.

O que é mérito de igualdade é o propósito.
Eles que você segrega,
Têm espírito como você.
E os espíritos deles, é muitas, muitas vezes
Mais puro e belo que o seu.

E nós, observamos você.
Aguardando nossa hora de ter;
Ter alguma "utilidade".

Egoísta, suja, pútrida que é.
Servir o desejo de quem só pensa em si.
Podendo ou não deixar de explorar.
Você nem pensa, nem nos considera.

Coma nossas carnes,
Vista nossas peles,
Despeja nossos cadáveres.

Jorge Madoz

Dar vida ao que não tem.

Pinte sua vida.
Reforme seu pensar.
Dê vida ao que não tem.

Se o mundo não te agrada,
Faça sua parte para melhorá-lo;
Dê vida ao que não tem.

Se vês alguém sofrendo
Procure ajudar, vá e assim;
Dê vida ao que está sem.

Se sumiram suas cores,
Crie novas, faça flores;
Dê vida ao que não tem.

Se procuras inspiração,
Na harmonia tem mais de cem !
Que mal tem ? Que mal tem ?
Que mal tem fazer o bem ?

Jorge Madoz

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Minha vida

Se a vida entrar em mim
A minha vida entra na vida;
A minha vida se cruza com a de muitos,
Então se eu estiver cheio de vida
Levo vida pra outras vidas
E em seguida;
A minha vida vai ser lida,
E se a mensagem for mantida
Viveremos unidos após dada a partida !

Jorge Madoz

Batendo as asas.

Podemos voar !
Podemos voar !
Que gênio o meu ao dispensar
Muitas vezes a harmonia à minha volta
É boa para minha raiva por mais.

Momentânea que seja; A luz.
É eterna, é constante.
Minha vontade aumenta ao pensar.
Ao ter certeza do pensar.

Vou alcançar, posso voar !

Jorge Madoz

sábado, 7 de janeiro de 2012

Meu bom lugar.

No topo da minha montanha,
Minha casa aqui fica,
Com seu jardim lindo, lindo !

Resido em paz, vivo feliz
Ajudo quando posso, sempre posso.
Já estive por um triz,
Agora eu viajo em meu balão; Eu gosto.

Eu amo
Estar entre as nuvens belas,
Que como ideias, tomam formas.
Eu sonho, leve eu vivo fora das celas.

Sorrisos, amigos;
Descubro a harmonia.
A melodia eu escrevo,
Eu componho.

Com humilde maestria,
Eu vivo aqui e sonho.
Não fujo, eu vivo.
Meu sonho - no mundo, meu mundo -
Eu jogo no mundo,
No ar eu ponho.

Suponho, mas eu sorrio.
Penso no futuro,
Peço luz,
Estou seguro.

Jorge Madoz

Poema da jornada

Tenho bons amigos,
Tenho a melhor familia,
Tenho os melhores irmãos.

Sim, sim você também !
Você também tem tudo isso,
Você é da minha familia.

Tudo gira e funciona,
Perfeitamente.
Para minha e para sua
Caminhada, trilha.

Jorge Madoz

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Mudanças

Eu paro, e fico te imaginando,
Te pensando.
Fechei os olhos, estou te vendo.
A mesma de sempre sabe ?
Mesmo rosto, mesmo cabelo, altura.

Mas seus olhos mudaram,
Porém da mesma cor, eles não são os mesmos.
Você não aparenta estar diferente.
Você escancara estar diferente.
Você pensa ter feito o certo, mas acho que não.

Você se forçou a se remodelar,
Talvez não tenha feito melhor do que era antes.
Quem foi que disse que fingir não ter coração
É uma tática para viver melhor ?

Bobagem tremenda, não tendo coração
Não tem vida.
Não tendo vida,
Não tem amor.
Não tendo amor,
Não tem felicidade.

É só mágoa atrás de mágoa.
Cuidado pra não se afogar no mar de lágrimas,
Que você mesmo criou.

Jorge Madoz

domingo, 1 de janeiro de 2012

Um Mantra

Vou fazer um castelo
Onde vou morar, com quem eu amo.
Vou batalhar pelos que sofrem,
E fazer sorrisos, como flores, desabrocharem

Vou apagar o sofrimento,
Ajudarei o máximo que puder. Eu vou poder.
Um sol bonito que ilumina e aquece todo mundo
Eu vou ser.

Vou pintar as flores que vão inspirar
O ar que todos vão respirar
Vai ressoar como perfume, todo dia
A vida vai soar como uma melodia

De uma sinfonia, retirarei todo o sentimento
Para me inspirar e fazer minha missão.
E quando a tinta acabar, ou 
O que construí ameaçar desmoronar,
Meus amigos vão me ajudar a levantar.

E com sorriso no rosto,
E uma bela canção no ar, que pairará.
Vou seguir meu gosto
E voltar a caminhar.

Arquitetar e planejar,
Liderar e seguir, melhorar,
Mudar pra melhor, buscar o bem, evoluir
Agradescer, pedir e louvar.

Jorge Madoz