Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 25 de março de 2012

Reconciliação

O arrependimento arde,
O rancor, ele corrói;

A reconciliação cura,
A reconciliação reconstrói.

Perdoar os outros e pedir perdão,
Eis a missão.

Jorge Madoz

Poema do sonho

Eu tive um sonho,
Vi um lugar.
Eu me disponho
A vos contar.

Eu tenho esse sonho:
Ninguém sofria por casa de alguém,
O bem era maior que o mal,
O bem ? Que bem ?
O bem moral.

Tenho que manter os pés do chão,
Mas tenho fé nesse sonho, não só meu
De coração, irmão.
E alegria em min choveu.

Corri pelas ruas e vi,
Esse lugar, que mundo é esse ?
Que sensação pude sentir !
Seria bom se todo mundo entendesse.

Seria perfeito,
O amor seria aceito.

Jorge Madoz

quarta-feira, 14 de março de 2012

A mãe Natureza

Se natureza é mãe bonita
Pode haver quem interdita ?
Há quem tem missão maldita,
Missão ? Morte e fadiga.
Fazer o mal contra a bendita
Natureza mão amiga,
É mão de mãe que abriga,
O filho mal ela castiga
Para que ele reflita
E se torne alma erudita
De moral bela e polida.

Jorge Madoz

domingo, 4 de março de 2012

Linha do tempo.

Eu vivera como quem dispensa,
Eu ignorara como quem não pensa,
Eu me infestara como quem perde,
Eu caíra como quem não tem base.

Eu chorei como quem pede,
Eu sorri como quem passa de fase,
Eu reclamei como quem paga multas,
Eu fui como quem vai à lona.

Eu rezo como quem pede desculpas,
Eu penso como quem sonha,
Eu vivo como quem luta,
Eu reflito como quem se arrepende.

Eu aprenderei como quem escuta,
Eu pensarei como quem compreende,
Eu mudarei como quem se reforma,
Eu vencerei como quem melhora.

Jorge Madoz