Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 22 de maio de 2012

Soneto Manifesto IV

A carne, o corpo, o ser humano sem luz,
O que se julga superior a qualquer
Espécie, etnia. Superior aos animais,
Os macacos são piores ?

Essa carne, esse corpo, essa luz apagada, se faz inferior.
O corpo que julga se rebaixa. O macaco é macaco
Ao agir e viver ele é macaco, porém
O ser humano ao não pensar não é humano, é corpo.

Ao pensar, ao iluminar, a luz reconhece
A igualdade de todos. A luz é boa para o todo.
As plantas são plantas devido à luz material.

E os humanos são humanos devido à luz imaterial que tecem.
A luz é imparcial e pensa acima do corpo, dá sentido ao corpo.
Acendei vossas luzes ! Iluminai-vos uns aos outros.

Jorge Madoz
2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário