Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 13 de maio de 2012

Soneto para anjos e fadas

Algo que acho estranho
É não acreditar
Que existam os anjos
Os vendo passar.

Sim, as mães dos filhos
Mulheres dos pais.
Donas de um sorriso,
Feitiço de paz.

Coração de amor,
Bondade e esplendor,
Flores perfumadas.

Me pego perplexo,
Anjo que tem sexo
São anjos e fadas.

Jorge Madoz

Nenhum comentário:

Postar um comentário