Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Reflexões sobre a harmonia nas relações.

  Um homem acorda e vai tomar café. Quando ele chega na cozinha percebe que acabou o café e sai já muito irritado para comprar café. Chegando na padaria ele é grosso com o vendedor que não estava feliz mas também não estava triste, mas a grosseria foi suficiente pra derrubá-lo de cima do muro pro lado da tristeza. Esse vendedor sufoca a tristeza em raiva do agressor e passa a descontar nas pessoas que vão comprar. Uma empregada entra na padaria e ao receber a grosseria ela responde com outra maior. Atrás dela, na fila, uma senhora ouve com gosto. Ao sair da padaria de carro, a senhora recebe uma fechada e usa o mesmo xingamento que ouviu da empregada, e o homem que deu fechada fica com o xingamento na cabeça, e isso vai aumentando e aumentando sua raiva e ele ultrapassa no sinal vermelho atropelando um jovem estudante. Ele presta socorro ao estudante e ao chegar no hospital conhece o pai do jovem, o homem que no começo da história foi comprar café.
  A lei de ação e reação tem sua aplicação de maneira muito mais abrangente do que na física e em outra ciência qualquer. É da ação e reação que surge a harmonia presente em nossas vidas, nossa relação com todos a nossa volta pode ser boa ou má dependendo apenas do nosso livre-arbítrio, podemos obter grosseria gratuita dos que nos cercam, podemos ser julgados a qualquer momento porém não podemos sucumbir ás provações de cada dia. Temos que buscar nosso aprimoramento moral sempre, pois toda ocasião desagradável tem um porquê. A harmonia sempre coloca provações em nosso caminho, ora para pagar algo que fizemos, ora para provar nosso avanço moral no dia-a-dia.

Jorge Madoz

Nenhum comentário:

Postar um comentário